Dia a dia

O (bom) motivo da minha ausência

Dia a dia
22/11/15

Venho recebendo algumas mensagens de leitores perguntando se está tudo bem, porque o ritmo do blog caiu bastante. Agradeço muito o carinho, confesso que fico feliz de saber que estão sentindo falta das postagens. Por aqui está tudo ótimo e essa desaceleracão não é definitiva!

Tenho sentido a maior falta desse espaço, minha cabeça está cheia de ideias de posts bacanas e dicas para compartilhar, só que tem faltado tempo para passar tudo para o blog. Estou numa correria, dando atenção para os meus filhos que ainda são pequenos, e praticando muita culinária em casa.

Mas além disso, e acho que é o motivo maior da minha ausência, nas duas tardes da semana que costumo preparar as postagens, estou fazendo o curso que contei no instagram (já segue? @santomenu) de Cozinha Gourmet Básica no Senac. O curso vai até o início de dezembro e assim que acabar, vai ter post contando tudo em detalhes para vocês! Aguardem e continuem acompanhando toda sexta-feira os menus semanais e algumas receitas e dicas espalhadas ao longo da semana.

De novo, agradeço o carinho e aproveito para reforçar que A-D-O-R-O receber mensagens e feedbacks de vocês, leitores!!

POSTS RELACIONADOS


Cuscuz de couve-flor com peito de frango do Cozinha Prática

Acompanhamentos, Dia a dia, Frango, Legume, Livros de culinária, Receitas
28/10/15

Essa receita do Cozinha Prática, nosso livro do mês, me ganhou totalmente: o cuscuz de couve-flor, além de light e super leve, é muito saboroso. Me surpreendeu. E pode incrementar de outros jeitos, como se fosse um cuscuz marroquino.

E além do cuscuz fantástico, segui as dicas do livro para preparar bife de frango e adorei. Ficou suculento e saboroso (já acrescentei alguns segredinhos da Rita Lobo no post com as dicas para preparar frango grelhado).

Tempo de preparo: 25 minutos
Grau de dificuldade: médio
Rendimento: 2 pessoas
Ler Mais

POSTS RELACIONADOS


Dez dicas para os legumes assados ficarem perfeitos

Dia a dia, Legume, Livros de culinária, Receitas, Tudo Mais
21/10/15

Legumes assados é um acompanhamento que não tem muito erro, mas se você seguir essas dez dicas (quase todas aprendi no Cozinha Prática), o sucesso pode ser muito maior:

1) Preaquecer o forno sempre, e assar em temperatura média (tipo 200 graus);

2) Cortar os legumes em pedaços uniformes – não é frescura, só assim todos assam por igual e evita de um pedaço fininho queimar enquanto outro mais grosso fica cru;

santomenu-cenourasassadas2

3) Lambuzar os legumes com azeite (espalhar com as mãos é a melhor pedida);

4) Respeitar o tempo de forno de cada legume. Alguns, como brócolis, assam bem rápido. Outros, tipo abóbora, demoram mais. Se colocar os dois juntos, pode ficar um cru e o outro queimado;

5) Temperos dão um toque a mais: algumas ervas frescas podem ser misturadas junto com os legumes pois adoram forno (alecrim, tomilho, sálvia), mas cuidado que algumas outras queimam fácil e não ficam tão boas quando assadas. Ouse nos condimentos (pimenta-do-reino, canela, cominho, páprica).

Sálvia é super pouco usada por aqui, mas fica uma delícia com abóbora, por exemplo. Tem que bezuntar bem no azeite para não queimar no forno:

santomenu-aboborajaponesa1
Batatas combinam muito bem com alecrim:

santo menu batata com alecrim

6) Alho: distribuir pela assadeira alguns dentes, com casca mesmo. Depois você tira a casca e come, ficam deliciosos, derretem na boca;

7) Essa regra é fundamental: nunca amonte os legumes. Disponha na assadeira de forma que não encostem um no outro. Um espacinho entre eles garante que o ar circule e assem por igual, ficando crocantes;

8) Na metade do tempo, dê uma mexida e vire os legumes com uma pinça;

Abóbora bezuntada no azeite e cominho, alecrim por cima (se fosse hoje, eu teria dividido essa quantidade em duas assadeiras, para garantir o segredo número 7 acima):
santomenu-aboborajaponesa4

9) Alguns legumes, como as batatas, podem ser levemente cozidas antes de ir para o forno. Aí é bom secar bem com um papel toalha antes de lambuzar no azeite. Veja essa receita de batatas com alecrim.

10) A melhor assadeira para assar legumes (que no Rio chamam de tabuleiro, mas ainda não acostumei) é antiaderente e mais rasa, para o ar circular melhor entre cada pedaço, como essas, que usei nessa receita de cenouras assadas:

santomenu-cenourasassadas3
Todos as receitas que já fiz foram antes de conhecer esses segredos. Tenho certeza que a partir de agora meus legumes assados vão ficar bem melhores!

POSTS RELACIONADOS